24 de ago de 2009

E eu chego em casa e a surpreendo dançando, em frente à tv. Só que ela estava dançando "Should I Stay Or Should I Go". Aí eu penso: acertei! Melhor... ela canta!!!! Sim, ela dança E canta o clássico do The Clash. Ôloko!
No meio do fim de semana, brincando de esconde, ela me chama:
- Mamãeeeeeeeeeeeee.... Manhêeeeeeeeeeeeeee
- Oi, amorzinho.
- Quelo você, mamãe!

Chorei. Não tem o que dizer.

6 de ago de 2009

Um belo dia meu pitokinho olha pra mim e diz "doda". E eu, prontamente respondo. "Aaaaaa, amorzinho, sacanagem dizer que a mamãe tá gorda". E penso, até tu, Brutos?

Eis que outro belo dia, com a família toda reunida na sala, meu irmão olha e diz "Elis, sua maluca!", de propósito, provocando. E ela, rapidamente: "doda". E eles começam um interminável diálogo regado às risadas mais maravilhosas de ouvir no mundo... as dela, lógico:
ele - Maluca
ela - Doda
(repete várias vezes)

E eu descobri que aquilo era uma piada interna dos dois e que ela aprendeu que o sinônimo de maluca é, na verdade, doida!